A disciplina tem como objectivo fornecer o conhecimento das aplicações da genética de populações, quantitativa e molecular no melhoramento e conservação dos Recursos Genéticos Animais; Avaliação do impacto de diferentes sistemas de acasalamento (consanguinidade e cruzamentos) na produção animal; Desenvolvimento de métodos de avaliação genética e predição da resposta esperada à selecção; Planificação de esquemas de melhoramento organizado nas diferentes espécies pecuárias.

Programa:

1) Recursos Genéticos Animais: caracterização, conservação e gestão dos Recursos Genéticos Animais
2) Genética de Populações: Frequências génicas e genotípicas; modo de acção dos genes; lei de Hardy-Weinberg. Factores que influenciam as frequências génicas e genotípicas. Genes simples com importância em Melhoramento Animal
3) Sistemas de acasalamento:
- Consanguinidade: Consanguinidade ao nível do indivíduo e da população; parentesco e contribuições genéticas; consanguinidade e selecção; gestão da variabilidade genética.
- Cruzamentos: Heterose individual e materna; efeitos directos e maternos; tipos de cruzamentos; resultados esperados.
4) Selecção: Revisão de conceitos básicos de estatística. Valor genético real e estimado; heritabilidade. Resposta esperada e observada à selecção. Estimação de parâmetros genéticos. Respostas correlacionadas à selecção. Avaliação genética e resposta esperada na selecção com registos repetidos, nos descendentes, ascendentes e colaterais. Índices de selecção; BLUP; selecção para vários caracteres. Respostas esperadas em esquemas mais complexos
5) Interacções genótipo*ambiente.
6) Aplicações das biotecnologias em Melhoramento Animal: Tecnologias reprodutivas; polimorfismos genéticos; clonagem; transgénese. 7) Programas de selecção nas diferentes espécies: Estruturas de selecção organizada; organização dos programas de melhoramento; programas de selecção nas espécies pecuárias.


Esta disciplina tem como objectivo aprofundar os conhecimentos sobre a produção de produtos de origem animal para além da carne e do leite. Estão neste âmbito os ovos, as espécies aquáticas e os equinos. Serão ainda transmitidas noções gerais e aplicadas sobre outras produções de menor expressão (cães, espécies cinegéticas, peles e pêlos e mel).

Programa:

1. Produção de ovos para incubação e de ovos de consumo. Factores que influenciam o tamanho e composição do ovo. Inseminação artificial em avicultura. Novas tecnologias em produção de ovos como alimentação in-ovo e alimentação especializada para pintos logo após eclosão.
2. Produção de espécies aquáticas. Métodos de processamento dos produtos aquáticos, a sua qualidade e o seu consumo. Manuseamento, conservação, processamento e desenvolvimento de novos produtos. Factores que condicionam alterações dos produtos da pesca e da aquacultura e os resíduos biológicos associados com eles.
3. Produção de equinos. Produtos finais da exploração equina. Crescimento e desenvolvimento dos equinos. Factores genéticos e ambientais que influenciam as características dos produtos finais da exploração equina. Factores que afectam a eficiência produtiva da exploração de equinos.
4. Produção de espécies cinegéticas.
5. Produção de cães.
6. Produção de peles e de pêlo.
7. Produção de mel


No final da disciplina os alunos devem dominar os princípios biológicos da produção de carne das várias espécies animais, assim como delinear, implementar, gerir e avaliar os diversos sistemas de produção, assegurando a saúde e bem-estar animal e a qualidade final dos produtos.

Programa:

Crescimento e desenvolvimento dos animais das espécies pecuárias.
Qualidade da carne; conceitos e métodos de avaliação; características organolépticas da carne das várias espécies pecuárias e seus factores de variação.
Aspectos particulares do crescimento/desenvolvimento nas várias espécies e sua relação com a eficiência e com a composição corporal e da carcaça.
Métodos de avaliação e valorização das características das carcaça e da carne dos animais das várias espécies pecuárias.
Sistemas de produção e sua influência nas características da carcaça e da carne.
Factores tecnológicos e sua importância na qualidade da carne.